Salmos 125.1

Alegrei-me quando me disseram: Vamos à casa do Senhor. .....

Homenagem dia dos pais

Deus Um exemplo de pai sempre esta a nos ouvir .....

Voçe e Nosso Convidado Especial

Domingos 19:30HS, Quintas 20:00HS.....

Noite de Talentos

Dia 20 de Agosto Inicio 19:30Horas .....

ceia do Senhor

1Cor11.24 E, tendo dado graças, o partiu e disse: Tomai, comei; isto é o meu corpo que é partido por vós; fazei isto em memória de mim......

Atos 12.05

5 Pedro, pois, era guardado na prisão; mas a igreja fazia contínua oração por ele a Deus. .....

Dia dos pais igreja Batista nova aliança



Parabéns a todos os pais!!
O culto do templo da IBNA em Bento Ferreira, deste domingo dia pais,  foi muito abençoado,
A Missionara Glícia Levou o alimento do papai do céu para os nosso corações, e foi muito gostoso. uma palavra Abençoada que falou com todos na igreja. Teve também as crianças que fez uma   linda homenagem aos pais.uma maravilha sentir a presença de Deus.
Muitos louvores de adoração a Deus. Foi muito gostoso sentir o espirito santo de Deus nas nossas Vida.
No final do Culto a Pra, Maria da Penha mandou serviu um delicioso Cangicão para todos que esta Presente.

Estamos Sempre de braços aberto para te recebe-lo. A casa não e do pastor nem da pastora a casa e de Deus,

 Eis que estou à porta, e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo
Apoc.3.20

Oração a Chave da Vitória



Toda Sexta feira 20:00 Horas, Oração com todos os Homens da Igreja Batista Nova Aliança Em Bento Ferreira.


Todos os Sábados as 17:30 Horas, Oração com todas as Mulheres da Igreja Batista Nova Aliança Em Bento Ferreira.



1. ORAR. Não basta saber que temos que orar, não basta falar de oração, fazer estudo sobre oração, temos que orar. – “Clama a mim e responder-te-ei e anunciar-te-ei coisas grandes e ocultas que não sabes” Jr. 33.3

2- Nossas orações não serão atendidas se não tivermos fé genuína, verdadeira. "Ao que lhe respondeu Jesus: Se podes! Tudo é possível ao que crê." Mc 9.23 "E a oração da fé salvará o enfermo, e o Senhor o levantará; e, se houver cometido pecados, ser-lhe-ão perdoados."Tg 5.15

3- Nossas orações devem ser feitas em nome de Jesus, ou seja, devem estar em harmonia com a pessoa, caráter e vontade de nosso Senhor -"E tudo quanto pedirdes em meu nome, isso farei, a fim de que o Pai seja glorificado no Filho. Se me pedirdes alguma coisa em meu nome, eu o farei." João 14.13-14

4- A nossa oração deve ser feita segundo a vontade de Deus que, muitas vezes, nos é revelada pela sua palavra, que por sua vez deve ser lida com oração. “E esta é a confiança que temos para com ele: que, se pedirmos alguma coisa segundo a sua vontade, ele nos ouve.", Mt 6.10 "venha o teu reino; faça-se a tua vontade, assim na terra como no céu;" I Jo.5.14

5- Para uma oração eficaz, precisamos ser perseverantes -"Perseverai na oração, vigiando com ações de graças."Cl.4.2; "Esperei confiantemente pelo SENHOR; ele se inclinou para mim e me ouviu quando clamei por socorro." Sl. 40.1
 



6- O cristão deve orar em todo o tempo. 1Ts 5.17 "Orai sem cessar." Ef 6:18 "com toda oração e súplica, orando em todo tempo no Espírito e para isto vigiando com toda perseverança e súplica por todos os santos". É um estado permanente de comunhão com Deus. É uma condição que não dá lugar para ser atingido pelos dardos inflamados do inimigo, pois seu espírito está sempre alerta, através da oração.

Uma idéia originalUm garoto guardava seu rebanho, na manhã de um Domingo.

Os sinos repicavam, chamando os fiéis à igreja, e o povo passava, dirigindo-se para lá.

Então o menino começou a pensar que também gostaria de orar a DEUS: mas o que poderia dizer, visto que nunca havia aprendido nenhuma oração?

Não obstante, ajoelhou-se e começou a falar as letras do alfabeto: a, b, c, ...até z.

Sucedeu passar por ali um senhor que ouvindo a voz da criança, espiou através do arvoredo e viu o menino ajoelhado, com as mãos unidas e os olhos fechados, a dizer o ABC.

– Que está fazendo, garoto?

– Estou orando. Não sei nenhuma oração, mas sei que preciso de DEUS para cuidar de mim e do meu rebanho; então pensei que, se dissesse as letras do alfabeto, Ele as colocaria em ordem e soletraria as palavras que correspondem as minhas necessidades.

DEUS te abençoe, menino! Ele fará isso! Quando o coração fala bem, os lábios não podem falar mal.

A oração que se eleva até o céu é a do coração.

Graça e Paz

Noite de Talentos


Psiu,vc q gosta de cantar!
Ei vc que gosta de dançar!
É vc msm q está esperando uma oportunidade para mostrar o seu talento e acima de tudo adorar ao senhor,então venha juntamente com a equipe de louvor e toda a ibna adorar a Deus com seu talento..👏💿🎤🎵
Tudo quanto ten fôlego louve ao senhor. Louvai ao senhor (salmos 150:6)
 


20 de Agosto as 19:30 Horas.

Convite




Escala de obreiros



Clique na Imagem Abaixo

IBNA



O SERMÃO BIOGRÁFICO








O SERMÃO BIOGRÁFICO

É um tipo específico de sermão que tem por objetivo expor a vida de algum personagem bíblico como modelo de fé e exemplo de comportamento.

  CARACTERÍSTICAS IMPORTANTES DO SERMÃO 
 1. DISCUSSÃO A discussão é o desenvolvimento das idéias contidas nas divisões do sermão. A fonte principal para a discussão deve ser a Bíblia, mas não é errado o pregador recorrer a outras fontes, desde que sejam confiáveis. Essas fontes podem ser citações de revistas ou jornais, poesias, letras de hinos ou provérbios da sapiencia popular. Fontes históricas também são de grande valia para a discussão, conforme a natureza do sermão.

  2. ILUSTRAÇÃO É o processo de explicar algo desconhecido pelo conhecido. É a exposição de um exemplo que torna claro os ensinamentos do sermão. A ilustração pode ser uma parábola, uma alegoria, um testemunho ou uma história (ou uma estória). Deve ser enfatizado que a ilustração não é a parte mais importante do sermão, mas sim a explanação do texto. A parte mais importante é a interpretação do texto, pois o alvo do sermão é torná-lo conhecido do público, e a ilustração se presta a essa tarefa.

  3. APLICAÇÃO A aplicação é o processo mediante o qual o pregador aplica a verdade espiritual do sermão à vida dos seus ouvintes, a fim de persuadí-los a uma reação favorável à mensagem. Em outras palavras a aplicação é e persuasão das palavras do pregador; é a palavra dirigida ao coração . Na pregação o pregador fala a mente das pessoas, a fim de que meditem nas palavras que estão ouvindo, mas na aplicação o pregador fala ao coração, a fim de que pratiquem as palavras ouvidas. A aplicação é a meditação posta em prática.

  4. APELO O apelo é o processo de requerer do auditório uma resposta positiva acerca do que foi explanado. O apelo é uma invocação feita aos ouvintes para que recebam os ensinamentos expostos na pregação. Deve ser enfatizado que a própria pregação já em si um apelo. O verdadeiro apelo é feito pelo Espírito Santo. Ele chama e invoca os homens para que ouçam a sua Palavra, e quando estes se voltam para ela, demonstram sua fé nas palavras que ouviram. As Escrituras afirmam que a fé vem pelo ouvir da Palavra de Deus, portanto a exposição da palavra é o apelo que o Espírito Santo dirige aos homens para que ouçam, creiam e a recebam a palavra em seu coração. Isto não impede entretanto que se façam apelos à platéia de forma visual, por meio de um levantar de braço ou solicitando ao ouvinte que vá à frente da congregação. Deve-se, no entanto, entender que esses fatos não se constituem na concretização do apelo, e, portanto, deve, este tipo de apelo, ser usado com moderação.

  IMPORTANTE: O sermão expositivo é considerado, pelos pregadores mais proeminentes, o melhor tipo de sermão. Ele possue uma série de vantagens sobre os outros tipos. Uma dessas vantagens é que, justamente por se basear em uma porção extensa das Escrituras, é possível obter diversas aplicações de um mesmo texto. Vejamos como exemplo o texto de Mateus 14:14-21 EXEMPLO 1 Este exemplo possui como tema "os atributos de Jesus" TÍTULO: NOSSO SENHOR SINGULAR I.A COMPAIXÃO DE JESUS 1.Demonstrada em seu interesse pela multidão (v.14) 2.Demonstrada em seu serviço à multidão (v.14) II.A TERNURA DE JESUS 1.Demonstrada em sua resposta graciosa aos discípulos (vv.15,16) 2.Demonstrada em seu trato paciente com os discípulos (vv.17,18) III.O PODER DE JESUS 1.Manifesto na alimentação da multidão (vv.19-21) 2.Exercido mediante o serviço dos discípulos (vv.14-21)

 ______________________________________________________________________________

  EXEMPLO 2 Este exemplo enfoca a mesma passagem tendo "Cristo como o Supridor de nossas
necessidades" TÍTULO: VEJA DEUS OPERAR I.CRISTO SE INTERESSA POR NOSSAS NECESIDADES 1.Tem compaixão de nós em nossas necessidades (vv.14-16) 2.Ele nos considera em nossas necesidades quando outros não se importam conosco (vv.15,16) II.CRISTO, AO SUPRIR NOSSAS NECESSIDADES, NÃO SE RESTRINGE PELAS CIRCUNSTÂNCIAS 1.Ele não se restringe por nossa falta de recursos (vv.17,18) 2.Ele não se restringe por qualquer outra falta (v.19) III.CRISTO SUPRE NOSSAS NECESSIDADES 1.Supre nossas necessidades com abundância (vv.20) 2.Provê muito mais do que o suficiente (vv.20,21)

 ______________________________________________________________________________

  EXEMPLO 3 Este exemplo enfoca a mesma passagem sob o ponto de vista de "nossos problemas" TÍTULO: RESOLVENDO NOSSOS PROBLEMAS I.ÀS VEZES NOS CONFRONTAM OS PROBLEMAS 1.Problemas de grandes proporções (vv.14,15) 2.De natureza imediata (v.15) 3.De solução humana impossível (v.15) II.CRISTO É ABUNDANTEMENTE CAPAZ DE SOLUCIONAR NOSSOS PROBLEMAS 1.Sob a condição de que lhe entreguemos nossos recursos limitados (vv.16-18) 2.Sob a condição de que lhe obedeçamos sem questionar (vv.19-22)

  ______________________________________________________________________________

  EXEMPLO 4 Este exemplo enfoca "a fé em relação com a necessidade humana" TÍTULO: RELACIONANDO A FÉ COM A NECESSIDADE HUMANA I.O DESAFIO DA FÉ 1.O motivo do desafio (vv.14,15) 2. A substância do desafio (vv.14,15) II.A OBRA DA FÉ 1.O primeiro ato de fé (vv.17,18) 2.O segundo ato de fé (vv.19) III.A RECOMPENSA DA FÉ 1.A bem-aventurança da recompensa (v.20) 2.A grandeza da recompensa (vv.20,21)
Proxima  → Página inicial